A solidão de um povo esquecido

Admiro essa sociedade. As vezes pergunto se sou eu o louco ou se a sociedade endoideceu. É tanta pressão que as vezes penso que me saltará a cabeça. Ninguém mais se importa com outros. É tudo uma questão de sobrevivência. Sentimos prazer ao olhar os outros de cima. Quando é que a sociedade aprenderá queContinue a ler “A solidão de um povo esquecido”

O amor mata

Não sei o que doi mais, amar as escondidas, sem poder confessar os verdadeiros sentimentos, pois a certeza já sabes que não serás correspondido ou confessar e perder no amor e a amizade! O amor é faca de dois gumes. Mas as vezes fere mais do que uma faca. E as vezes, queima mais doContinue a ler “O amor mata”

O tik tok do amanhã…

E continuo a percorrer nesta terra desconhecida sem saber qual o final deste percurso; aguardo  a chegada de um amanhã. Um amanhã abenshonhada. Mas preocupa-me que o amanhã nunca chegue. O amanhã, ninguém sabe. Limitamos apenas a traçar linhas e pontos de forma a gerar um vislumbre do amanhã, um simples déjà vu…O amanhã quemContinue a ler “O tik tok do amanhã…”

A Carta para minha Sobrinha

Sinto-me mais velho a cada dia que passa. Os anos chegam e com eles as responsabilidades. Lembro quando tinha os meus 10 anos e como desejava ter os 18, mas agora com 23 anos só gostaria de recuar um pouco a trás. Está semana um anjo, proclamou na minha janela, dizendo que sou tio-avô, umaContinue a ler “A Carta para minha Sobrinha”

Obrigado !!

Por mais difícil que seja o percurso em que estamos, vamos encontrar sempre alguém que nos dá força, para continuar em frente. Saber que não estamos sozinho motiva-nos a seguir em frente. Uma voz na nossa cabeça que diz, “tu consegues”, “és forte”, “és inteligente”. Isso deixa-nos feliz. Simples palavras pode mudar uma montanha, simplesContinue a ler “Obrigado !!”

Dias Cinzentos

-Chegou a hora; dizia ela com rios de lágrimas no rosto. Um adeus mudo rompeu no fundo do peito; podia ser um até já, mas sabíamos que nesta vida jamais nos encontraríamos. Essa pessoa que se encontrava ali, com a cara pálida estava num sono profundo; o seus cabelos grisalhos transbordava a sabedoria e asContinue a ler “Dias Cinzentos”