Categorias
Amigos Bolhas Liberdade Mãe natureza Sonhos

O tik tok do amanhã…

E continuo a percorrer nesta terra desconhecida sem saber qual o final deste percurso; aguardo  a chegada de um amanhã. Um amanhã abenshonhada.

Mas preocupa-me que o amanhã nunca chegue. O amanhã, ninguém sabe. Limitamos apenas a traçar linhas e pontos de forma a gerar um vislumbre do amanhã, um simples déjà vu…O amanhã quem sabe? De pouco me importa agora…Quero é saber do presente! O amanha só trás preocupações. Limitamos a viver no futuro quando ela nunca chegou, isso é simplesmente desgastante. Andamos de um lado para outro, sempre com os relógios adiantados. Já estou é cansado para as aventuras.

Mas numa terra onde não nos pertence é impossível não pensar no amanhã. O mundo  nos obriga a viver mais no amanhã do que no presente.

Tik…tok, o amanhã está chegando, ou talvez nunca chegue!

Categorias
Liberdade Sem categoria

A mão de um escritor

Vejo na escrita uma forma de expressar o que o coração senti e não fala. É na escrita onde desabrocho os segredos do coração.

Há quem só fala com as escritas! Como aquela carta de amor; Como que dentro de um envelope pode caber uma vida? A escrita tem o poder de nos permitir imaginar o cenário e de vive-lá. É na escrita onde muitos se refugiam, pois ali consigo ser quem eu quiser.

E assim vou desenhando as letras, assim como um arquiteto desenha o seu projecto, até que forme uma palavra; as palavras por sua vez se formam frases e ganham significado, dando vida as escritas.

Categorias
Motivação Nostalgia Sonhos

Sonhos

-De que são feitos os sonhos?

Perguntou o menino olhando para o velho senhor que encontrará sentado a berma da estrada. O velho senhor, não muito surpreso com a pergunta do pequeno, olhou fixamente para ele que parecia um mine-adulto de pé, pois tinha um ar de muito sério e disse:

-Sonhos são pedaços de retratos das nossas vidas não vividas. Olhando para o menino, apontou-lhe com o dedo no peito e voltou a dizer – sonhos são feitos de meninos assim como tu.

– De meninos como eu? perguntou o menino, mas agora com um olhar que brilhava sobre o velho senhor.

-Sim de menino como tu! Morre um homem, mas com ele inúmeros sonhos. Mas tu és jovem, tens muitos sonhos para viver. Mas o que me dói na alma, são pessoas que vivem os sonhos das outras pessoas e esquecem de viver os seus próprios sonhos.